Kindle já está disponível no Brasil,mas não pela Amazon.

  Imagem

 

   Conforme noticiado agora há pouco pelo Blog do Jotacê (http://bjc.uol.com.br/2012/12/18/amazon-brasil-ja-comeca-a-vender-o-kindle-mas-nao-na-amazon-o_o/ ),a Amazon começou a vender hoje o Kindle,mas de uma maneira bem incomum. Ao invés de usar a própria estrutura da loja,talvez por falta da logística,a empresa escolheu o site do Ponto Frio para vender o e-reader. O prazo de entrega médio é de 6 dias úteis. O Kindle tem preço sugerido de R$299,com frete grátis para todo território nacional. Além do Ponto Frio,a rede de livrarias ‘Livraria da Vila’ passará a vender o aparelho a partir de amanhã,nas seis lojas da marca. 

Link para compra pelo Ponto Frio: http://www.pontofrio.com.br/tablets/LeitordeLivrosDigitaiseReader/leitoreletronico/Kindle-com-Wi-Fi-tela-de-alto-contraste-de-6%E2%80%9D-bateria-com-longa-vida-e-leitura-sem-reflexo-como-se-fosse-papel-1839152.html

Anúncios

Google Maps para iOS é baixado por mais de 10 milhões de usuários em apenas dois dias. Já a Apple luta para tornar seus mapas mais populares.

Imagem

 

   O vice-presidente de comércio e localização do Google afirmou,através da rede social Google+,que o aplicativo para dispositivos iOS(iPhone,iPad e iPod touch) já foi baixado mais de 10 milhões de vezes em menos de 48 horas. Tal sucesso se deve ao fracasso da tentativa da Apple de entrar nos navegadores de mapas,com o iOS 6,em agosto. A falta de precisão e serviços como o Flyover,que só está disponível para certos dispositivos e países,tornou a situação ainda pior. 

   Enquanto isso,a marca da maçã tenta reverter o fracasso. Fontes do The Verge afirmaram que a empresa estaria em conversas com o Foursquare,rede social que permite que usuários se encontrem  façam Checklists. O serviço é bastante popular e ajudaria a empresa da maçã a sair do buraco quando se trata de Mapas. Vale lembrar que Scott Forstall,engenheiro responsável pelo iOS e principal cabeça do serviço próprio de mapas da Apple,foi demitido após inúmeras críticas ao aplicativo.

Mudança de Política de privacidade do Instagram irrita usuários; empresa se posiciona.

    Imagem

 

    Os usuários da rede social Instagram foram pegos de surpresa pela nova política de privacidade do aplicativo,que estará vigente a partir de 16 de janeiro. O grande problema é que,em uns dos novos termos,a empresa deixa claro que poderá vender fotos pessoais dos usuários sem qualquer remuneração aos autores:

”Alguns ou todo o serviço pode ser mantido com receitas de anúncios. Para nos ajudar a oferecer conteúdo pago ou patrocinado interessante ou promoções, você concorda que uma empresa ou qualquer outra entidade pode nos pagar para mostrar seu nome de usuário, o que você gostou, fotos (assim como metadados associados) e/ou ações que você toma, em conexão com conteúdo pago ou patrocinado, sem nenhuma compensação para você. Se você é menor de idade (18), ou qualquer outra idade aplicável para maioridade, você representa que ao menos um dos seus pais ou guardiões legais também concordam com o fornecimento (e uso do seu nome, do que você gostou, nome de usuário e/ou fotos junto com qualquer metadado associado)) em seu nome”

 

     Na teoria,o Instagram se aproveitaria de suas fotos boas e as não tão boas também para venderem á empresas através de anúncios. Tal atitude gerou uma grande controvérsia entre os usuários. Havia gente pedindo para que eles classificassem o aplicativo nas lojas Google Play e App Store com a nota mais baixa possível. Outros resolveram tomar atitudes mais drásticas: Excluir a conta. O site Instaport ( Acesse aqui: http://54.246.82.151/ ) , responsável por fazer um backup de todas suas fotos da rede social antes de excluí-la,anunciou hoje que houveram altos picos de usuários conectados ao site pedindo o serviço. Parece aceitável essas atutudes,mas se pararmos para pensar,o Twitter,Facebook e qualquer outra rede social,também usa termos parecidos. No Twitter,o usuário aceita que é responsável por toda e qualquer publicação,não se responsabilizando por posteriores processos judiciais. No YouTube,a coisa é mais séria: Mesmo se você excluir o vídeo,o YouTube resgata ele e o enquadra nas violações do termos de uso. 

   No final do dia,após receber diversas opiniões e críticas,o Instagram se pronunciou através de seu site,afirmando que as novas regras de uso do site vieram para adequar os termos à publicidade,que estará no serviço nos próximos meses. A empresa afirmou que não há qualquer intenção de vender fotos de usuários. Anunciaram ainda que vão tornar o texto sobre os novos termos ainda mais acessível à população. Agora parem de pirar! O Instagram NÃO vai vender suas fotos.

Apple vende 2 milhões de iPhones 5 no primeiro final de semana na China. Já no Brasil…

Imagem

 

    A Apple anunciou hoje que vendeu mais de dois milhões de iPhones 5 nos primeiros três dias de vendas. Junto com a China,o aparelho foi lançado em diversos outros países,inclusive o Brasil. O Presidente-executivo,Tim Cook,falou sobre o sucesso:

“A resposta dos clientes ao iPhone 5 na China tem sido incrível, estabelecendo um novo recorde com as melhores vendas de fim de semana pela primeira vez na China. “

    Já no Brasil,a coisa foi bem diferente,em termos. O sucesso foi bem além do esperado,levando milhares de fãs da Apple às lojas das operadoras que vendem o aparelho. Algumas lojas abriram durante a madrugada,devido à fama dos lançamentos de produtos da maçã mordida. A TIM divulgou na sexta à tarde que havia vendido mais de 1500 aparelhos. Parece pouco,mas é um número alto,se considerarmos o preço do aparelho,que chegou custando a partir de R$2,4 mil.

Fonte: http://www.apple.com/pr/library/2012/12/16iPhone-5-First-Weekend-Sales-in-China-Top-Two-Million.html

Review: iPod touch (4a geração)

O iPod touch de 4ª geração foi lançado em 2010,mas,mesmo que o seu sucessor,o iPod touch de 5ª geração, já ter sido lançado,o de 4ª geração não faz feio,muito pelo contrário. Ele é bem mais que um mero iPod,ele é um verdadeiro minicomputador portátil.

Imagem

iPod touch de 4a geração.

Imagem

Traseira é bonita,mas risca muito fácil.

DESIGN: O iPod touch é construído em aço inoxidável e vidro. A traseira de aço inoxidável polido, apesar de linda, logo quando você tira o gadget da caixa vai acumulando riscos conforme o tempo de uso. É recomendável que você compre uma capinha antes de usá-lo. Já a frontal é dominada pela tela Retina de 3,5 polegadas. A densidade de pixels,de 640×960 pixels por polegada impressiona, deixando textos e vídeos mais puros do que nunca. Você não consegue enxergar os pixels individuais a olho nu.  Abaixo da tela, o já tradicional botão home. No lado esquerdo, estão os botões de volume. Na parte de baixo, um alto falante, o conector de 30 pinos proprietário e uma entrada para fone de ouvido. Na traseira, a câmera, microfone e logo da Apple.

Imagem

CÂMERAS: O iPod touch definitivamente não é um aparelho para sair fotografando tudo e todos. A câmera traseira é de qualidade VGA, ou seja, não chega a 1 megapixel de resolução. A frontal, usada para as chamadas FaceTime,tem menos resolução ainda. O resultado são fotos borradas, apagadas e sem cores definidas. Obviamente ela quebra um galho para postar fotos no Instagram e demais redes sociais. A gravação de vídeo é em 720p e também é péssima. Se você quer uma câmera boa para tirar várias fotos, o iPod touch de 4ª geração não é pra você.

Imagem

iPod touch (4a geração) rodando iOS 6.

iOS: Como um bom dispositivo iOS,o iPod touch traz todo ecossistema único da Apple. Estão lá a loja de músicas iTunes Store,a loja de livros iBooks e,é claro,a mais vasta coleção de aplicativos,a App Store. É inegável que as milhares de opções disponíveis de conteúdos que a marca da maçã oferece deixa todos outros sistemas operacionais no chinelo.

DESEMPENHO: O iPod touch de 4ª geração roda um processador Apple A4,de 1Ghz single-core e com memória RAM de 256MB. Sim, apenas 256MB de memória. Isso torna a experiência de uso do aparelho um tanto quanto frustrante, se considerarmos que o foco publicitário do aparelho é ser um videogame portátil. Não que as atividades mais comuns, como acessar a internet, checar emails, Twitter, Facebook e ouvir música sejam desagradáveis, muito pelo contrário.

Imagem

Perfil.

O problema começa quando você instala jogos que necessitam de mais poder gráfico, por exemplo, o Need For Speed. O game instala, mas no momento que você abre o aplicativo, ele trava e retorna imediatamente à tela inicial. Ou então o game engasga tanto que você acaba perdendo a paciência e desistindo. Várias vezes precisei resetar o aparelho para que a memória RAM fosse liberada e possibilitasse uma melhor experiência. Enfim, se você quer jogos casuais e mais tradicionais, ele dará conta. Já se você quer um potente videogame, o iPod touch de 5ª geração talvez atenda melhor suas expectativas.

BATERIA: Outro ponto negativo, não só do iPod touch,mas de todos aparelhos que tem telas grandes e centenas de recursos. Mantendo o Wi-Fi ligado, com iluminação baixa na tela e push de emails desligado, a bateria se esgota em menos de 5 horas. Com Wi-Fi desligado, baixo uso de aplicativos e também com iluminação baixa da tela, a bateria passa de um dia. A bateria podia ser bem melhor em um aparelho vendido como consumidor de mídia.

Pra quem é o iPod touch de 4ª geração?  Para aquele usuário que não quer gastar com planos ou contratos de operadoras, mas que não abre mão de ter um dispositivo Ios. Sendo o dispositivo mais barato com iOS disponível no mercado,o iPod touch é uma verdadeira central multimídia. Com navegador Safari,reprodutor iPod e os famosos aplicativos da App Store,o iPod touch faz bonito para a maioria das pessoas.

Imagem

Design é muito bonito.

Imagem

Conteúdo da caixa do iPod touch de 4a geração.

O QUE VEM NA CAIXA?

Um par de fones de ouvido da Apple (sem microfone nem controle remoto), um cabo USB e manuais/adesivos da Apple.

  • Prós: Design excepcional, Leve e pequeno, belíssima tela Retina.
  • Contras: Traseira risca muito fácil, desempenho e bateria aquém do esperado, câmeras horríveis.

Disponível em modelos de 16GB e 32GB, em preto ou branco, pelos preços sugeridos de,respectivamente, R$799 e R$999 reais. Na Apple Online Store,ele pode ser parcelado em até 12x sem juros: http://store.apple.com/br/browse/home/shop_ipod/family/ipod_touch_4thgeneration

Texto e Fotos: Pedro Nunes.

Google finalmente lança app do Mapas na App Store.

 Imagem

 

    

   Após rumores,finalmente o aplicativo do Google Maps desembarcou na loja de aplicativos da Apple,a App Store. Trazendo recursos otimizados,como navegação curva-a-curva,rápida resposta e,é claro,a experiência do Google em mapas. Ainda conta com o recurso Street View embutido. O aplicativo chega depois do fracasso do Mapas da Apple,lançado pela própria em julho. Recheado de erros e dados incorretos,o aplicativo fez a Apple tomar a iniciativa de pedir desculpas publicamente a todos consumidores. Apesar de melhorias,o sistema nem chega perto da vasta experiência do Google. Após sete horas,o aplicativo alcançou o topo do ranking de mais vendidos da App Store,prova de que tem muita gente que reprovou a tentativa da maçã de se aventurar nos mapas.

Imagem via Engadget.

[ATUALIZADO] iPad de 4a geração chega ao país amanhã,junto com o iPhone 5.

Imagem

A Apple Brasil confirmou agora que o iPad de 4a geração chega mesmo amanhã no Brasil. Conforme o universoByte noticiou ontem com EXCLUSIVIDADE, o iPad chega pelos mesmos preços praticados no iPad de 3a geração. É provável que as vendas comecem amanhã nos principais magazines da internet e nas lojas físicas.

[ATUALIZAÇÃO] A Saraiva e outros grandes magazines já disponibilizam o iPad. A péssima notícia,porém,é que os preços estão mais altos. Segue a tabela reajustada:

  • iPad Wi-Fi 16GB: R$1.750
  • iPad Wi-Fi 32GB: R$2.000
  • iPad Wi-Fi 64GB: R$2.100
  • iPad Wi-Fi + Cellular 16GB: R$2.100
  • iPad Wi-Fi + Cellular 32GB: R$2.350
  • iPad Wi-Fi + Cellular 64GB: R$2.500

É realmente uma pena ver a Apple subindo(ainda mais!) os preços aqui no Brasil. Pena pra quem não pode comprar,porque quem tem grana não deixará de comprar!