Motorola Moto G: primeiras impressões

 

Imagem

 Bem, antes de tudo, bom início de ano para todos! 

  Comprei recentemente um Motorola Moto G, smartphone para as ”massas”, desenvolvido em parceria com a agora dona Google. O Moto G vem se destacando pelo seu ótimo desempenho e configurações, em um preço mais ”confortável” aos bolsos brasileiros. Custa a partir de R$649. A versão que comprei foi a Colors Edition, com três capas coloridas e 16GB de armazenamento interno. 

  O aparelho tem me impressionado muito. Ele é muito bem construído, sem partes móveis ou soltas. A tela é de babar. São 720 x 1280 pixels, distribuídos em uma generosa tela de 4,5 polegadas. O processador é um Qualcomm Snapdragon 400, com CPU Quad-core de 1.2 GHz Cortex-A7. Na prática, ele se sai muito bem ao rodar e transitar por apps e marcou ótimos framerates em jogos como Subway Surfer e Dead Trigger. A versão do Android é a 4.3 Jelly Bean, mas a Motorola já prometeu atualizar o Moto G para o 4.4 Kit Kat ainda em janeiro. Acabei aproveitando e fazendo uns vídeos sobre o aparelho. O primeiro deles é um unboxing(tirando da caixa) e o outro é um teste do Google Now. Confira os vídeos abaixo.

Ainda tô usando e me acostumando com o Motorola Moto G. Em breve farei uma análise completa para o blog. Mas posso adiantar uma coisa: não há quem se arrependa ao comprar esse aparelho. 

FICHA TÉCNICA:

Motorola Moto G: Tela de 4,5 polegadas HD(720 x 1280 pixels), câmera traseira de 5 megapixels com Flash, fontal de 1,3 megapixel, 8 ou 16GB de armazenamento, 1GB de RAM, Rádio FM, Android 4.3 Jelly Bean.

Preços: R$649 ( 1 chip/8GB de memória), R$699 (2 chips/8GB de memória), R$799 (2 chips/16GB/ Com três capas coloridas (vermelho, verde-limão e branco) e R$999 (2 chips/16GB/Fone de ouvido sem fio da Sol Republic).

Unboxing: 

 

Teste do Google Now:

 

Foto: Divulgação Motorola

 

Anúncios

Vine é lançado para a plataforma Android.

Imagem

     Depois de meses de espera, usuários do sistema operacional do robô puderam experimentar a rede social Vine.  O Vine chegou para dispositivos iOS (iPhone, iPod touch), em 24 de janeiro de 2013 e logo levou muitas pessoas consigo. A rede social funciona assim: Você tem 6 segundos para gravar um vídeo e compartilhá-lo via Twitter e Facebook. Trata- se de um ‘Instagram de vídeos”. A empresa foi fundada em junho de 2012 e adquirida pelo Twitter em Outubro do mesmo ano. Logo nos primeiros dias, a rede social foi muito criticada por permitir pornografias. Após a polêmica, um aviso é dado ao usuário de que o conteúdo é explícito. Vale a pena experimentar o Vine. Não é daquelas redes socias que todo mundo tem(ainda), mas vale experimentar.

Seguem os links para dispositivos iOS e Android (Também funciona em tablets!):

iOS (iPhone/ iPod touch): http://goo.gl/dI44h

Android (Samartphones/ tablets): http://goo.gl/U6367

Imagem: Twitter Blog.

@PedroHen

Google e LG apresentam o Nexus 4 no Brasil.

Imagem

Em coletiva realizada nesta quarta-feira(27),o Google e a LG oficializaram a chegada do smartphone oficial do Android,o Nexus 4. Com a ilustre presença de Hugo Barra,brasileiro que é vice-presidente do Android. O smartphone chega ao país custando R$1.699,00 a partir de hoje,nas lojas da Fast Shop,tanto virtuais quanto físicas e na virtual do Ponto Frio.

O aparelho será fabricado no Brasil e conta com uma tela de 4,7 polegadas IPS,2GB de RAM,Processador Snapdragon S4 Pro Quad-core,câmera de 8 megapixels e 16GB de memória interna. O destaque mesmo do Nexus 4 é que ele conta com a versão pura do Android 4.2 Jelly Bean e ainda receberá,diretamente do Google,as atualizações futuras do sistema do robô verde. A bateria tem 2100 mAh e,em breve, deve ser lançado no país o carregador sem fios compatível. Já está no ar no site do Google,uma página especial do aparelho. Confiram: http://www.google.com.br/nexus/4/

Imagem: Google;Divulgação

Google lança novo serviço,o Keep.

Imagem

      O Google matou o reader semana passada. Nesta,nasce o Keep,mais novo serviço da gigante da web. Visto como uma espécie de Evernote do Google,o serviço permite que você mantenha suas anotações organizadas,seja por texto,voz ou foto. O Keep já está disponível aqui: http://goo.gl/va12T. Pra quem usa Android com as versões Ice Cream Sandwich e Jelly Bean,o app também já aterrissou na Play Store (http://goo.gl/6FKN8). Pra quem usa a versão 4.2 do Android ainda pode usar o aplicativo diretamente da tela de bloqueio. Confira o vídeo que o Google fez:

Fonte: Google Blog

Imagem: Gizmodo Brasil

Nexus 4 chegará ao Brasil em 27 de março.

Imagem

Desde outubro esperamos alguma notícia sobre o smartphone com o robô puro do Google(Android 4.1 Jelly Bean). Depois de mais de quatro meses,a LG finalmente apresentará o aparelho no país,no dia 27 de março. O convite também antecipa algo bem interessante: Hugo Barra,brasileiro que cuida dos produtos móveis do Google,estará no evento,pra deixar a coisa mais ”pomposa”. Não há estimativas de preços,mas o pessoal do TechTudo (http://goo.gl/GGEiT ) afirmou que o Nexus deve chegar por de $1.799.

Foto: Tecnoblog

Nexus 7 e 4 chegarão ao Brasil em breve,segundo site.

   Imagem

 

    O site ZUMO anunciou agora há pouco,que os modelos Nexus 7,tablet da Asus e Nexus 4,smartphone da LG,chegarão em breve ao mercado. O jornalista afirmou que a informação veio de Hugo Barra,chefe brasileiro da divisão Android dentro do Google. O preço do Nexus 7 é NADA animador: R$1299,na versão 16GB. Sem qualquer subsídio do Google,já que a Asus importará o produto. Já no nexus 4 deve aparecer nas lojas neste semestre e talvez com subsídios da gigante de buscas.

   Outro detalhe: Será a primeira vez que aparelhos puros do Google chegam aqui com a marca Nexus. No passado,ao lançar o Galaxy Nexus no país,a Samsung enfrentou ameaças de processo de uma empresa que detém(ou já nem é dona mais) da marca Nexus. Acabou chegando pelo nome de Galaxy X.

Link original: http://ztop.com.br/google-nexus-7-brasil/

 

Instagram teria perdido 25% de usuários ativos após polêmica.

Imagem

 

    Segundo o site AppData,entre o dia 17 e 27 de dezembro,mais de 4 milhões de usuários teriam deixado a rede social Instagram. Para calcular tal número,o AppData leva em consideração a interação do app com a rede Facebook,que comprou a rede social de fotos ano passado,por $1 bilhão. 

   Mesmo após a reiteração da equipe do Instagram,de que eles não pretendem vender nenhuma foto de usuários,a queda é perceptível por especialistas. Apesar disso,a rede é a maior em interações com a rede de Mark Zuckerberg.

 

Imagem: Mashable

Fonte: Info Online.