Veja a evolução do iPad, que completa quatro anos hoje

Pois é, parece mentira, mas já faz quatro anos que a Apple lançou o iPad, produto totalmente diferente e revolucionário. O produto que inaugurou a categoria de tablets foi lançado no dia 27 de janeiro de 2010, mas chegou ao mercado somente em 3 de abril do mesmo ano. Conheça a evolução de um dos produtos mais bem-sucedidos da história.

iPad (1ª geração – Abril de 2010): Inaugurando a categoria de tablets, o iPad trazia uma tela de 9,7 polegadas multi-touch, 256MB de memória RAM, processador Apple A4, memórias de 16GB, 32GB ou 64GB e opção de internet 3G. Somente na cor preta. Vendas: 300.000 em apenas 1 dia.

Imagem

 

iPad 2 (Março de 2011): A segunda geração do iPad veio cheio de novidades. O modelo ganhou duas câmeras, uma frontal e outra traseira, novo design ultrafino e processador Apple A5 dual-core. Foi neste modelo que as Smart Covers foram lançadas. Sem registro de vendas oficiais da Apple.

Imagem

iPad de 3ª geração (Início de 2012): O novo iPad veio com uma tela Retina de alta resolução, um processador ainda melhor(Apple A5X, com gráficos quad-core) e câmera traseira de 5 megapixels. Além disso, ganhou suporte à redes 4G LTE. Vendas: 3 milhões no primeiro fim de semana.

Imagem

iPad de 4ª geração (Fim de 2012): O iPad de quarta geração não trouxe mudanças visuais. Apenas ganhou um processador A6X com gráficos quad-core, LTE melhor, uma câmera frontal HD e o conector Lightning.  Vendas: 3 milhões, divididos com o iPad mini.

Imagem

 

iPad mini (2012): Após rumores, a Apple enfim oficializou uma versão menor de seu tablet. O iPad mini vinha com uma tela de 7,9 polegadas, chip A5 dual-core, opção de 4G LTE e câmera de 5 megapixels. Vendas: 3 milhões no primeiro final de semana, juntamente com o iPad de 4ª geração.

Imagem

iPad Air(2013): A quinta geração do tablet veio com um design bastante parecido com o do iPad mini, com bordas reduzidas. Ganhou um processador Apple A7, com arquitetura de 64-bits. Vendas não confirmadas pela Apple.

Imagem

iPad mini com tela Retina (2013): A 2ª geração do mini ganhou uma tela de alta resolução, o processador Apple A7, com arquitetura de 64-bits e 1GB de memória RAM. Sem número de vendagens oficial. Imagem

Apesar das concorrentes lançarem tablets, o iPad continua sendo a melhor escolha, com processadores renovados e experiência aprimorada. Parabéns, iPad! 🙂

Anúncios

iPhone completa sete anos

 Imagem

”iPhone. A Apple reinventa o telefone”

Vocês já pararam para pensar em como eram nossos celulares antes de 2007? Pesados, com teclados de plástico e com sistemas operacionais lentos e nada práticos. A coisa mudou de rumo no dia 9 de janeiro de 2007, quando Steve Jobs apresentou ao mundo sua nova invenção: o iPhone. O aparelho foi revolucionário. Ao invés de usar teclados e telas pequenas, tudo foi substituído por uma grande tela sensível ao toque, que seria manipulada pelos dedos. A Apresentação, como todas da Apple, foi icônica. Abaixo do meu post, você pode conferir o momento de êxtase da plateia ao descobrir que ali seria apresentado um telefone da Apple.  Antes de chegar ao mercado, muitos foram categóricos ao afirmarem que o iPhone não faria tanto sucesso e que ele continha algumas falhas, se comparado a outros celulares. A partir do final de 2007, começaram a surgir os primeiros rivais do iPhone. O Prada Phone by LG foi um deles. A empresa havia afirmado na época que eles é que haviam sido pioneiros no uso de telas de toque em celulares, mas a Apple implementou um sistema tão inteligente e rápido que a LG ficou quieta. Imagem

”Diga olá ao iPhone”

Quando chegou ao mercado, ele foi um sucesso. Apesar disso, era caro. Custava $599 e o usuário precisava assinar, obrigatoriamente, um contrato de dois anos com a AT&T, maior operadora dos Estados Unidos. Além disso, havia outro problema: o iPhone não poderia ser usado em qualquer outro país. A partir daí, surgiu o Jailbreak, método para desbloquear o celular da Apple. No mesmo ano, a Apple resolveu os problemas: baixou o preço para $399 e anunciou a disponibilidade do aparelho para outros países. Mas o iPhone conquistou o mundo mesmo foi em 2008, com o lançamento do iPhone 3G. A segunda geração do aparelho trazia um design novo e uma novidade do sistema operacional: agora a Apple permitiria que desenvolvedores criassem aplicativos para o aparelho, através da lojinha ”App Store. *Você imagina sua vida hoje sem aplicativos, como WhatsApp, Instagram, Twitter e Facebook? Pois é, agradeça, em partes, a Apple. Junto com a apresentação do aparelho, Steve Jobs anunciou que o iPhone estaria dispinível em mais de 70 países até o fim daquele ano, o que incluía o Brasil. O iPhone acabou se consolidando como o queridinho dos celulares e as rivais começaram a atacar, principalmente a Samsung, que lançou aparelhos bizarros e nada práticos. Foi um desastre para a Sul-Coreana. Na primeira semana, foram vendidos mais de 1 milhão de iPhones 3G. Um recorde. 

Imagem

”A sua vida no seu bolso. O dispositivo digital definitivo.”

Em 2009, a Apple tratou de aprimorar algumas coisas no iPhone 3GS. Nova câmera, possibilidade de se gravar vídeos, bússola integrada e processador mais rápido. O iPhone 3GS vendeu mais de um milhão de unidades em seu primeiro fim de semana. Já em 2010, veio o iPhone 4, que a mídia conheceu bem antes do lançamento oficial, graças ao vazamento de um protótipo do aparelho e que foi vendido para o site Gizmodo. O design havia mudado radicalmente. Um corpo fino, de aço e vidro. Trouxe pela primeira vez uma câmera frontal, que permitia a realização de vídeochamadas. Mais de 1,7 milhões de unidades foram vendidas nos primeiros três dias. Em 2011, um dia antes da morte de Steve Jobs, foi lançado o iPhone 4S, mais uma vez com processador e câmera aprimorados e com uma novidade: a assistente pessoal Siri, que poderia comandar diversas funções do aparelho usando apenas a voz. As vendas explodiram: mais de 4 milhões de consumidores haviam comprado o aparelho nos três primeiros dias de venda. Em 2012, a Apple lançou o iPhone 5, que trazia uma tela de 4 polegadas, uma quebra de paardigma da empresa, que sempre lançava iPhones com tela de 3,5 polegadas. Parte dessa mudança dava-se por causa da concorrência, que lançava aparelhos com telas cada vez maiores (Samsung?). Vendeu mais de 5 milhões de unidades no primeiro fim de semana. E chegamos aos modelos atuais, o iPhone 5s e iPhone 5c. O primeiro traz o mesmo corpo e design do iPhone 5, mas com a adição de um processador de 64-bits, uma câmera aprimorada e o TouchID, sensor de biometria localizado no botão home. Já o iPhone 5c nada mais é que um iPhone 5 em corpo de plástico, disponível em 5 cores. A Apple bateu seu próprio recorde de vendas. Mais de 9 milhões de aparelhos foram vendidos nos primeiros três dias. 

E o que o futuro reserva para o iPhone? Acho que a Apple lançará aparelhos com telas maiores, tendência que vem crescendo no mercado atualmente. Parabéns iPhone e longa vida ao aparelho que mudou os celulares para sempre, já dizia a revista TIME, em 2007. Gostando ou não do iPhone e do iOS, é preciso reconhecer a inovação da empresa da maçã mordida.

 

Confira o vídeo onde Steve Jobs anuncia o iPhone ao mundo:

Apple anuncia evento para 22 de Outubro

Imagem

 

    A Apple confirmou na tarde desta terça-feira (15), que fará um evento especial na Califórnia. O convite é simples e diz: ”Nós ainda temos muito para cobrir”. É esperado que a empresa da maçã anuncie o iPad de 5a geração, com design diferenciado e a 2ª geração do iPad mini, que deve receber uma tela Retina de alta resolução. Além disso, devem receber atualizações a linha Macbook Pro e quem sabe, Mac Mini. Também deve ser estipulada uma data de lançamento pro novo MacPro. O evento ocorre na Califórnia na próxima terça-feira (22), às 15h, horário de Brasília. 

 Se você quiser acompanhar o evento, o pessoal do Engadget (http://www.engadget.com/) e The Verge (http://www.theverge.com/) cobrirão o evento. No Brasil, é provável que o Blog do iPhone (http://blogdoiphone.com/) e MacMagazine (http://macmagazine.com.br/) também acompanhem o evento traduzido em português. 

Imagem: MacMagazine

Apple anuncia novos países que receberão os iPhones 5s e 5c.

Imagem

A Apple anunciou hoje duas levas de países que receberão em breve os novos iPhones 5s e 5c. Os lançamentos ocorrem em 25 de Outubro e 1º de Novembro. Já avisando: o Brasil está fora delas. Como a Anatel homologou os aparelhos semana passada, é provável que na próxima leva o país já esteja incluído. Confira a lista dos (sortudos) países:

25 DE OUTUBRO: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, República Checa, Dinamarca , Estônia, Finlandia , Antilhas Francesas, Grécia, Hungaria, Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macau, Malta, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Portugal, Reunion Island, Romênia, Russia, Eslováquia, Eslovênia , Coréia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan e Tailândia.

1º DE NOVEMBRO: Albânia, Armênia, Bahrain, Colômbia, El Salvador, Guam, Guatemala, Índia, Macedônia, Malásia, México, Moldova, Montenegro, Arábia Saudita, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

Imagem: Apple Inc.

Novos iPhones estreiam com falta de estoques e polêmica

Image

Acima, modelos iPhone 5s e iPhone 5c. Via Reuters.

Foram postos à venda na última sexta-feira (20), os dois novos modelos de iPhones, o 5c e o 5S. Muitas pessoas acamparam em frente às lojas da empresa. Nos Estados Unidos, onde fica localizada a principal loja da Apple, mais de 1,4 mil pessoas aguardavam a chegada dos novos aparelhos. Algumas pessoas chegaram a ficar acampadas por 14 dias em frente a loja!

Logo no dia 20, a maioria das lojas que vendiam os aparelhos já anunciavam que o modelo iPhone 5s estava esgotado. O modelo mais popular foi o de cor dourada, que estreou nesta versão do smartphone da Apple. Confome apostei, o iPhone 5c parece não ter vendido muito. Até o momento em que escrevo este post, todos os modelos do modelo colorido do smartphone estavam disponíveis para pronta-entrega na loja virtual da companhia. A aposta de alguns analistas é de que a Apple venda de 6-8 milhões de iPhones nesse fim de semana.

Um episódio chato ocorreu em Los Angeles (EUA). Um homem, que se apresentou como empresário, ofereceu dinheiro a diversos moradores de rua para que ficassem nas filas e comprassem os aparelhos. Assim que a loja abriu, os vendedores perceberam o esquema e impediram eles de comprarem os iPhones. Houve briga e discussão.

Apple lança novo comercial do iPhone 5c

A Apple lançou na noite de ontem (19), mais um comercial promovendo seu novo smartphone de entrada, o iPhone 5c. O comercial mostra a relação entre o sistema operacional e o produto, com suas cores bem chamativas. Instalei o iOS 7 ontem no meu iPad mini ( Depois de duas tentativas frustradas, já que os servidores da Apple estavam sobrecarregados). Em breve quero fazer um review completo do novo sistema. Aguardem!

Enquanto isso, fiquem com o novo comercial do iPhone 5c! 

[LIBERADO!]iOS 7 sai hoje! Confira as principais mudanças do sistema da Apple

Imagem

Hoje, 18 de setembro, a Apple lança a nova versão de seu sistema operacional móvel, o iOS 7. Essa versão marca a mudança de paradigmas da Apple, que passa a adotar uma nova paleta de cores e um novo visual para seu sistema, que estava praticamente intocável desde 2007. Separei as principais novidades do iOS 7, que deve sair hoje, lá por umas 14h (Horário de Brasília):

  • Novo visual: A Apple passa a adotar novos tons de cores, mais quentes e chamativas. Todos os ícones foram redesenhados e dão um ar futurístico ao sistema. O efeito ”parallax” aparece quando você move seu iPhone/iPad/iPod touch para os lados. Ele dá a sensação que os ícones estão flutuando sobre a tela. Vale lembrar que essa função não está presente em todos dispositivos.
  • Central de Controle e Notificações: Finalmente um recurso que há tempo estava disponível para Android chega para o sistema da Apple: a central de controle. Basta deslizar o dedo para cima da tela e ela aparece. Você pode controlar Wi-Fi, Bluetooth, Função Não Perturbe, Rotação da tela e Modo avião. Além disso, os controles de música e alguns atalhos também estão lá. O efeito translúcido é muito bonito e muda de acordo com a tela apresentada no aparelho. Já a Central de Notificações foi aprimorada, trazendo três barras superiores: Hoje, Todas e Perdidas. É uma forma bem bacana de gerenciar suas notificações vistas ou perdidas. Uma coisa que senti falta na divulgação do sistema foi aqueles atalhos para twittar e postar no Facebook diretamente da barra de notificações. Como no momento em que escrevo este post o sistema ainda não estava disponível para download, confirmarei a informação e atualizarei o post assim que souber.
  • Multitarefa: Outro recurso bem esperado pelos usuários. A atual gestão de apps até que funciona bem, mas, pelo menos no meu caso, ”come” muita memória RAM, deixando o aparelho bem mais lento. No iOS 7, a Apple afirma que a multitarefa é inteligente e que ”aprende” quando seus apps serão abertos. A maneira de apresentar os apps abertos também mudou. Agora eles parecem com o finado WebOS, da Palm. São capturas de tela que estão dispostas uma do lado da outra. Para fechar algum app, basta deslizar o dedo para cima!
  • AirDrop: Uma nova maneira de compartilhar fotos, vídeos, etc.. usando esse recurso. Por meio das redes Wi-Fi e Bluetooth, você envia os arquivos para outro dispositivo Apple compatível e pronto! Ah, e a Apple deixa em claro que as informações são criptografadas e protegidas. Também, com essas notícias sobre espionagem, inclusive com documentos afirmando que a Apple repassou dados à NSA, é bem curioso que eles falem sobre privacidade. Mas enfim…

Esses são apenas uns dos muitos novos recursos do iOS 7, que sai no começo da tarde desta quarta-feira(18). O iOS 7 estará disponível para os seguintes dispositivos:

*iPhone: iPhone 4, iPhone 4S, iPhone 5.

*iPad: iPad 2, iPad (3ª geração), iPad (4ª geração) e iPad mini.

*iPod: iPod touch (5ª geração).

Imagem: Gizmodo Brasil

ATUALIZADO (13:59) iOS 7 está liberado!!