A história do iPhone no Brasil

Foto: Noize

Foto: Noize

Pedro Nunes

O iPhone, celular que praticamente mudou a maneira como nos relacionamos com o celular chegou à sua 9ª geração recentemente, com o lançamento do iPhone 6s e 6s Plus. Ele foi lançado nos Estados Unidos em 29 de junho de 2007, com bastante euforia. Mas você se lembra como o iPhone chegou ao Brasil e sua trajetória até aqui? Neste post relembro alguns detalhes do lançamento de um dos aparelhos mais importantes da tecnologia nos últimos anos.

iPhone 3G: A chegada

530201370424PM_635_iphone_3g

A Apple lançou o primeiro iPhone em junho de 2007 nos Estados Unidos e expandiu sua disponibilidade nos meses seguintes, com o lançamento do produto no Reino Unido, Alemanha, França, Irlanda e Áustria. Mas foi no ano seguinte que a Apple resolveu expandir o produto para outros países. 70 para ser mais preciso. Na conferência mundial de desenvolvedores da Empresa, em junho de 2008, Steve Jobs anunciou o iPhone 3G, aparelho que contava com muitos avanços em relação à primeira geração do telefone da Apple, como a possibilidade de se conectar à internet com alta velocidade 3G, uma antena GPS para serviços de localização mais precisos e duas opções de cores (preto e branco). Mas nada chamou tanta a atenção na época como a expansão sem precedentes que a empresa preparou. 70 países do mundo receberiam o aparelho até o final daquele ano, dentre eles o Brasil.

Os primeiros indícios da chegada do aparelho no Brasil foi por meio da Claro, que na época disse ser a primeira operadora a fechar contrato com a Apple para vender o iPhone no Brasil.  A Vivo também havia fechado contrato com a maçã na época. Já a TIM recebeu autorização pra vender o aparelho em dezembro daquele ano. O aparelho foi lançado oficialmente no dia 26 de setembro de 2008, com coquetéis de lançamento espalhados por todo o país. A Claro fez um evento com muita pompa no Terraço Daslú, em São Paulo. Os aparelhos chegaram ao Brasil entre 1.239 reais e 2.599 reais na Claro e entre 899 reais e 2.199 reais na Vivo. Na época, a Claro afirmou que o estoque inicial de iPhones encomendados fora de 30 mil, contra 200 mil da Vivo.

iPhone 3GS

apple-iphone-3gs-1

A terceira geração do iPhone (e a segunda a chegar oficialmente no país) foi revelada na WWDC 2009. O aparelho manteve o mesmo design da versão anterior, mas com novos recursos, como gravação de vídeo, uma nova câmera de 3 megapixels e bússola integrada. O aparelho chegou nas principais operadoras do Brasil, como Vivo, TIM, Oi e Claro no dia 28 de agosto de 2009. O aparelho custava entre R$999 e R$1.899 na modalidade pós-paga. No pré-pago, a operadora oferecia o iPhone 3Gs entre R$1.949 a R$2.249 (16 e 32GB, respectivamente). Na vivo, os valores variavam entre R$749 a R$1549, na modalidade pré-paga.

iPhone 4

topic_iphone_4

A quarta geração do iPhone foi apresentada ao mundo na WWDC de 2010, por Steve Jobs. O aparelho trouxe diversas melhorias, como uma tela de alta resolução, câmera frontal com o novo serviço de chamadas em vídeo FaceTime, giroscópio embutido, além de um design em alumínio e vidro. O aparelho vazou meses antes do lançamento, após um empregado da empresa ter esquecido de um protótipo do aparelho em um bar nos EUA. O site especializado Gizmodo colocou as mãos no aparelho na época e acabou com a surpresa da apresentação comandada pelo CEO Steve Jobs. O aparelho causou polêmica na época, depois de alguns usuários afirmarem que perderam sinal após segurar o telefone de um determinado jeito. A Apple chegou a oferecer uma case de presente para todos consumidores que compraram o aparelho para minimizar o problema.  Foi na keynote de anúncio que ocorreu uma sobrecarga nas redes WiFi do local, o que prejudicou um pouco a demostração do produto por Steve. A chegada no Brasil do aparelho se deu no dia 18 de setembro de 2010. Houveram filas em várias lojas do país na madrugada de quinta (17). A Claro informou que o modelo de 16 GB do aparelho custaria a partir de R$ 339 para clientes do plano pós-pago Claro 2 mil. A versão de 32 GB saiapor R$ 639. Já clientes do plano pós-pago mais básico, Claro 45, o iPhone 4 de16 GB custavaR$ 1,529 mil. Na modalidade pré-paga, o aparelho foi vendido por R$ 1,799 mil (16 GB) e R$ 2,099 mil (32 GB). Na vivo, o preço do aparelho variava entre R$550 a R$1300 no pós-pago.

iPhone 4s

iphone-4s

O iPhone 4s foi apresentado ao mundo um dia antes da morte do seu CEO e co-fundador Steve Jobs.  No dia 4 de outubro, o aparelho foi apresentado em um evento especial da empresa, localizado em sua sede em Cupertino, na Calofórnia. O iPhone 4s era mais rápido, ganhou uma câmera de 8 megapixels, gravação de vídeo em HD, além de um recurso que chamou bastante atenção na época: a assistente virtual Siri, que poderia se comunicar com o usuário do celular através de um toque. Perguntas como ‘’Vai chover hoje?’’ e ‘’Marque um evento no calendário’’ viraram realidade com o novo recurso. O aparelho chegou ao Brasil no dia 16 de dezembro de 2011. Os preços começaram a subir em comparação aos modelos anteriores. Na época, o iPhone 4s foi o primeiro iPhone a ser vendido desbloqueado na Apple Online Store, com preços que variavam de R$2599 R$3399, dependendo da capacidade do aparelho. No plano pós-pago da Claro, o aparelho não saia por menos de R$1299. Na TIM, menor valor era R$1899. Já na Vivo, era de R$1949.

iPhone 5

apple-iphone-5_1348748219

O iPhone 5 foi apresentado em 12 de setembro de 2012 e lançado no dia 21 do mesmo mês em diversos países, como EUA, Canadá, Alemanha e França. Contava com uma tela maior, de 4 polegadas, um processador A6, um design completamente novo, além de uma câmera melhorada, conexão 4G (que não era compatível com as redes brasileiras) e a chegada de um novo conector, o Lightning. Porovocou polêmica pelo descascamento da cor no modelo preto. No Brasil, o iPhone 5 desembarcou no dia 14 de dezembro de 2012. Para as versões sem vínculos com operadora, o aparelho custava R$2499 (16GB), R$2.799 (32GB) e R$3099 (64GB). 

iPhone 5c e iPhone 5s 

iphone-5s-5c

Em setembro de 2013, a Apple apresentou ao mundo dois novos iPhones. Essa foi a primeira vez que isso aconteceu, já que normalmente a Apple lançava um novo modelo e baixava os anteriores de preço. O iPhone 5c nada mais era que um iPhone colorido. Tinha mas mesmas caracteristicas do iPhone 5, mas com uma carcaça de plástico disponível em cinco cores: azul, verde, amarela, branca e rosa. Além disso, contava com uma câmera frontal melhorada e uma bateria ligeriramente maior se comparada com o modelo lançado em 2012. Chegou ao país em 22 de novembro, com preços a partir de R$1999 (desbloqueado, com 16GB) a R$2399 (32GB, desbloqueado).

Já o iPhone 5s foi considerada a verdadeira evolução do iPhone 5. Apesar de trazer o mesmo design da versão anterior, o iPhone 5s recebeu uma câmera aprimorada, , um sensor de impressões digitais integrado ao botão início, chamado de TouchID, além de ser o primeiro celular a ter um processador de 64 bits, o que lhe proporcionou uma maior velocidade de processamento. Também recebeu uma nova opção de cor: dourado. O iPhone 5s chegou ao Brasil com preços que começavam em R$2799 a R$3599, sem nenhum vínculo com operadoras e desbloqueado.

iPhone 6 e iPhone 6 Plus

iphone_6_e_6_plus

O iPhone 6 e iPhone 6 Plus foram apresentados ao mundo em um evento especial da Apple realizado em setembro de 2014. Mais uma vez, a Apple lançou no evento dois iPhones, idênticos, mas que se diferenciavam em uma coisa: o tamanho de tela. Enquanto o iPhone 6 contava com uma tela de 4,7 polegadas, o iPhone 6 Plus tinha uma tela de 5,5 polegadas, a maior já criada para um telefone da Apple até agora.  Além disso, contam com novas tecnologias, para cores mais vivas. A estratégia da empresa de lançar iPhones maiores veio com a forte demanda do público por telas maiores. A Samsung viu seus lucros aumentarem com aparelhos que chegavam a ter 5,7 polegadas, caso do Galaxy Note. O iPhone 6 e 6 Plus são idênticos, excluindo o quesito tamanho de tela. Ambos contam com processador A8, câmera melhorada, um sistema de pagamentos móveis, o Apple Pay, além de um design bem diferente dos anteriores.

O iPhone 6 também foi alvo de polêmica, após supostamente entortar em alguns casos. A Apple foi categórica na época, afirmando que havia feito vários testes e que nada foi comprovado. Foi em 2013 que o iPhone superou a bagatela dos R$3,4 mil no Brasil, mas foi em 2014 que os preços subiram ainda mais no Brasil. O iPhone 6 chegou ao Brasil a partir de R$3199, enquanto que seu irmão maior, o iPhone 6 Plus chegou por R$3499. Esses preços foram praticados até 31 de dezembro de 2014. No primeiro dia de janeiro de 2015, a Apple anuncia uma mudança nos preços, subindo em R$300 os preços de todos os modelos. Com isso, o iPhone 6 passou a custar a partir de R$3499 e o 6 Plus, por R$3899.

iPhone 6s e iPhone 6s Plus

iphone-6-rose-gold-005

Apresentados em setembro de 2015, os iPhones 6s e 6s Plus contam com o mesmo design do 6/6 Plus, mas com novos recursos. O que mais chama a atenção é o 3D touch, que possibilita novas formas de interação através da aplicação de uma força na tela. Além disso, o modelo conta com uma câmera aprimorada de 12 megapixels, com um novo recurso de fotos animadas chamado Live Photos, além de uma nova opção de cor em ouro rosa. Os modelos ainda não foram lançados no Brasil, mas devem chegar até dezembro com preços assustadores. Minha aposta é de que o iPhone 6 de 16GB, modelo mais simples da linha, deve chegar por R$3999.

Nota: Os iPhones 5s, 6 e 6 Plus continuam a ser comercializados no Brasil, com preços reduzidos. O 5s começa em R$2299, o 6 em R$3,2 mil e o 6 Plus em R$3,5 mil.

Os preços mais insanos da Apple Store no Brasil

A gente sabe que produtos da Apple nunca foram e nunca serão baratos no Brasil, né? E nos últimos dias, tivemos um novo aumento de preços, dessa vez em computadores Mac e iPods (sim, eles ainda existem!). Outro exemplo recente é o do iPhone 6, que chegou por aqui custando a partir de R$3.200. Dando uma olhada na versão brasileira da loja online da Apple, me deparei com alguns preços insanos e quero dividir isso com vocês. Preparados? Esses são os preços mais insanos na Apple Store brasileira:

apple-leather-smart-case-for-ipad-air-black-p41747-aiPad Air Smart Case: ok, essa capa é feita de couro natural, tingido com anilina. Ela protege tanto a parte da frete como a de trás do iPad, com um design bem bacana. Mas pagar R$449 em uma mera CAPA é demais, não acham? A mesma capa custa $79 na Apple Store gringa.

PS: Confesso que comprei uma capa dessas, mas paguei menos da metade do valor cobrado na Apple #FicaDica

Mac-Pro-main

Mac Pro: o computador parrudo, projetado para profissionais de música, vídeo e fotógrafos, é sem dúvidas lindo. Com design inovador, ele acabou ganhando o apelido carinhoso de lixeira. Mas o preço tá longe de ser aceitável, até para os padrões americanos. Ele custa a bagatela de R$16.999/ R$21.999. Enquanto isso, nos EUA ele custa a partir de $1.999.

philips_hue_starter_pack_iphone

Phillips Hue: essas lâmpadas da Phillips são inteligentes. Através de uma conexão de internet e outra com seu smartphone/tablet, você pode comandar as luzes de sua casa à distância, combinando milhares de diferentes tons de cores. A ideia é muito bacana. O difícil é convencer alguém a pagar R$1.299 pelo Starter Kit. Valor na Apple Store americana: $199,95. HUE HUEipodnano-product-initial-2013

iPod nano: o player diminuto da Apple já fez bastante sucesso. A geração atual, atualizada em 2012, trouxe um novo visual, a volta do suporte a vídeos e conexão Bluetooth, para ser usado em carros e com fones sem fio. Mas é no mínimo bizarro pensar que um mero player de música custe R$949. O preço do nano nos EUA é $149

Obviamente esses não são os únicos exemplos de preços absurdos no site da Apple. Vale ressaltar que, apesar da nossa ata carga tributária, a Apple e diversas outras empresas trabalham com uma gorda margem de lucro, além de pesar o famoso ‘Custo Brasil’.

Você conhece mais algum produto com preço bizarro aqui no Brasil? Não deixe de comentar!

Até a próxima 😉

Apple anuncia evento especial para 9 de setembro

apple event

Marque aí no seu calendário. A Apple acabou de enviar para os jornalistas e blogueiros americanos um convite para um evento especial da Empresa. Com os dizeres ”Wish We Could Say More”, algo como ”Queríamos dizer mais”, o evento será focado na atualização da linha iPhone. Rumores dão conta que serão lançados dois modelos. Um de 4,7 polegadas e outro, mais grandalhão, de 5,5 polegadas. Na última semana surgiu outro rumor, que diz que talvez a Apple apresente sua aposta no mercado de tecnologia vestível, algo como um relógio ou algo parecido.

Opinião: Pode parecer teoria da conspiração minha, mas o 9.9 vira 6.6, que pode significar justamente o lançamento de duas versões do ‘iPhone 6’.

O evento vai acontecer no Flint Center for The Performing Arts, em Cupertino, mesmo local onde o primeiro Mac foi apresentado, há 30 anos. Isso nos dá a ideia de que algo grande está por vir. De acordo com o MacRumors, está sendo montada uma grande estrutura no local, para comportar o evento. Agora só resta esperar pra ver o que a maçã vai mostrar ao mundo.

Fique ligado aqui no blog, pois faremos a cobertura completa!

 

Nokia Lumia 530 chega ao Brasil, custando apenas R$399

       A Nokia Microsoft começou a vender na noite desta quinta-feira(22), o smartphone com Windows Phone mais barato lançado até agora. Custando R$399, o Lumia 530 traz uma tela capacitiva de 4 polegadas (com resolução de 480 x 854 pixels), 4GB de memória interna, slot para cartão MicroSD de até 128GB(!) e câmera traseira de 5 megapixels. Nada de câmera frontal pros selfies. Ele também é Dual-SIM, assim como seu irmão maior Lumia 630. 

    Apesar do preço baixo, o Lumia 530 traz a versão mais atualizada do Windows Phone, a 8.1. Dentre as novidades estão a assistente virtual Cortana, o recurso Word Flow(uma espécie de swype) e suporte a papéis de parede na tela inicial. O aparelho ainda conta com os aplicativos próprios da Nokia, como o Here Maps, de navegação gratuita. O aparelho já está à venda na loja online da Nokia e não deve demorar muito pra ele pintar nas lojas de varejo. Pra variar, a Microsoft lançou o aparelho apenas nas cores branco e preto. Nada das cores berrantes características da linha Lumia. 

Você já pode encomendar o seu aqui: http://www.lojaonlinenokia.com.br/celular-nokia-lumia-530/p

Texto: Pedro Nunes

     

Amazon Brasil começa a vender livros em papel

 

Divulgação: Amazon Brasil

Divulgação: Amazon Brasil

 

Há quase dois anos, a gigante americana chegou ao Brasil, trazendo seus ebooks e o leitor digital Kindle. Hoje, ela traz uma novidade para os usuários brasileiros: a possibilidade de comprar livros em papel. Com um acervo de mais de 150 mil títulos em português. a Amazon chega pra competir com grandes nomes do varejo online, como Saraiva e Livraria Cultura (aliás, não é à toa que as duas vendem e-readers, pra competirem com o Kindle).

O nosso mercado é tão importante pra Amazon que recebemos uma carta escrita por ninguém mais, ninguém menos que Jeff Bezos, o fundador e CEO da companhia. Abaixo, você lê o comunicado que está disponível logo na home do site:

Caros clientes,

Temos hoje uma excelente notícia: a Amazon.com.br não é somente o maior destino para livros digitais do Brasil – agora é também o maior e mais conveniente site para leitores brasileiros encontrarem e comprarem seus livros favoritos – impressos e digitais – a preços baixos. Oferecemos mais de 150 mil títulos em português com frete grátis em pedidos a partir de R$69.

Sabemos que os brasileiros são apaixonados por leitura. Em dezembro de 2012, nós lançamos a Loja Kindle com 13 mil livros digitais e e-readers Kindle. Desde então, trabalhamos arduamente para fazer da Amazon.com.br o melhor destino para quem ama livros. Hoje, nosso catálogo já ultrapassou 35 mil livros digitais, que foram baixados milhões de vezes por leitores de todo o país.

Além de oferecer livros impressos e digitais, nós fizemos com que os dois formatos funcionem melhor juntos: com o lançamento de uma inovadora e exclusiva funcionalidade chamada Leia Enquanto Enviamos. Com ela, ao comprar livros impressos selecionados, você pode começar a ler a versão digital na maioria dos smartphones, tablets e computadores, enquanto o pedido é enviado para sua casa. Atualmente, mais de 13 mil livros estão disponíveis para leitura com a funcionalidade Leia Enquanto Enviamos.

Queremos que nossos clientes leiam mais e aproveitem ao máximo a leitura. Esperamos que gostem da nossa nova loja.

Boa leitura!
Muito Obrigado

Jeff Bezos
Fundador e CEO

     O Gizmodo Brasil tocou num ponto importante: nem sempre os preços dos livros físicos são parecidos com os de outras lojas. Em alguns casos, o livro digital custa MAIS que a versão física. Bem non-sense.

        Apesar disso, confesso que gostei bastante da chegada da Amazon ao Brasil. Agora, além de vender Kindles e e-books, os clientes avessos aos livros digitais podem contar com um bom acervo de títulos no formato tradicional. Outra coisa interessante nisso tudo é esse recurso Leia Enquanto Enviamos. Não sei vocês, mas eu já vou dar uma chegada no site para ver se encontro uns títulos legais! 🙂

Boas compras e boa leitura!

Samsung lança linha Tab S no Brasil


Samsung_Galaxy_Tab_S_10_8_

A Samsung está lançando no Brasil hoje sua nova linha de tablets, feita para brigar frente a frente com o iPad Air e iPad mini com tela Retina. Com design ultrafino e com traseira idêntica ao Galaxy S5, o Tab S chega em dois tamanhos: 8,4 e 10,5 polegadas. Os principal destaques do Tab S são a sua tela Super AMOLED, que traz cores mais vivas e uma grande densidade de pixels(2560×1600) e seu perfil ultrafino, de apenas 6,6mm. Por debaixo do capô, ele é bem potente: roda o processador octa-core Exynos 5(feito pela própria Samsung), 3GB de RAM e 16GB de armazenamento, podendo ser expandido via cartão de memória de até 128GB. Ele também conta com um sensor de digitais, tal qual o iPhone 5s.

Os brasileiros que comprarem o tablet, ganharão aguns benefícios, como o Evernote e LinkedIn nas suas versões premium, além de ebooks grátis no app do Kindle e seis meses de NetMovies. O preço dos tablets são os mesmos que a maçã pede por sua linha principal de iPads com 4G, que aliás também equipa a linha Tab S. Os modelos ”Wi-Fi only” não chegarão no Brasil.

 

iPad mini com tela Retina(16GB e 4G): R$1.799

iPad Air (16GB E 4G): R$2049

Samsung Galaxy Tab S de 8,4 polegadas com 4G LTE: R$1.799

Samsung Galaxy Tab S de 10,5 polegadas com 4G LTE: R$2.049

Os reviews em sites americanos criticaram bastante a cobertura da Samsung sobre o Android, chamada de TouchWiz. Apesar de ter um hardware potente, ele engasga várias vezes. Apesar disso, todos concordaram: a tela dele é uma maravilha.

Pra quem interessar, os tablets começam a ser vendidos a partir do dia 30 de agosto.

Fonte: TechTudo

Texto: Pedro Nunes

Foto: Mashable

Moto 360 aparece antes no site da Best Buy

 

Via Engadget

                      Via Engadget

          Talvez o relógio inteligente mais esperado do ano seja o Motorola Moto 360. Com um visual diferenciado, com visor quase  100% circular, o relógio tem um visual vintage e com ares futurísticos. O relógio deu as caras no Google IO desse ano, mas a gigante de buscas disse que o dispositivo não estaria disponível naquele momento. Pois bem. Vazou no site da Best Buy as especificações e preço do produto. Ao que tudo indica, ele deve custar $250 (algo em torno de R$564,47). Comparando esse valor com os outros dois relógios que rodam Android Wear, o LG G Watch($229 ou R$699 no Brasil) e o Samsung Gear Live($199), percebe-se o preço um pouco elevado. Mas é o preço que se paga(rá) pelo diferente. Além de tela circular, o Moto 360 terá sensor de batimentos cardíacos e pedômetro. A tela terá 1,5 polegadas, com resolução de 320×290. Momentos depois do vazamento, a Best Buy retirou a página do ar, mas você confere os screenshots dela abaixo (via The Verge). A propósito: a Motorola marcou um evento especial para o dia 4 de setembro. Além de falar mais sobre o relógio inteligente, eles devem mostrar os sucessores dos modelo G e X. moto 360

Texto original: Pedro Nunes 

Créditos fotos: Engadget e The Verge